Renata Ferreira de Miranda
(Santa Helena de Goiás/GO)

foto com livro.jpeg

Sua obra "PEDRO" foi publicada por nós, este é o seu primeiro livro? Como se deu a ideia de publicá-lo? 

O livro PEDRO é a minha primeira obra publicada, e desde a minha época de faculdade de jornalismo que sempre tive o sonho em publicar um livro e planejei realizar esse sonho.

Qual o objetivo da sua obra, a sua importância para o universo literário ou para o assunto que aborda?

O objetivo do livro PEDRO é mostrar um dia a dia de uma família que reflete problemas de várias outras que lidam com o autismo dentro de casa, as indagações, os medos e incertezas de várias mães incluídas em cada página dessa obra e também a importância em cada vez mais abordar o assunto do autismo levando informações claras para os lares.

 

Como é ser escritor hoje em dia?

Só quem já publicou um livro, que já viu seu nome em uma obra sendo publicada e sendo adquirida por outras pessoas, sabe como é a sensação. É algo gratificante, uma realização pessoal.

Como sua experiência de vida lhe influencia na escrita? Quais são suas inspirações?

Desde os meus primeiros contatos com a escrita e a leitura infantil, sempre gostei de estar com um livro, um caderno nas mãos, e com os cursos que realizei na área, aprimorei e gostei mais ainda de ler e escrever.

A família e os amigos lhe apoiaram nesta empreitada? Qual fator determinante do apoio ou não deles?

Ter apoio das pessoas que gosto foi essencial nessa empreitada em publicar minha primeira obra. Mesmo alguns não gostando ou não sabendo ler, recebi apoio moral e até mesmo financeiro para que o sonho que era meu, se tornasse um dia realidade, e que depois de publicado, fizesse parte da vida de outras pessoas também.

Como você enxerga a questão da leitura e do consumo de livros hoje no Brasil?

Mesmo em meio as tecnologias avançadas, a rapidez em adquirir uma informação, muitas pessoas no Brasil são adeptas ainda a leitura convencional, de folhear um livro, um jornal, tirar um tempo para ler algo com calma.

Você pretende seguir publicando mais livros? E quais assuntos que gostaria de abordar futuramente?

Por enquanto não penso em publicar uma outra obra, quero que o livro PEDRO avance um pouco mais, com mais pessoas sabendo da obra, adquirindo-a, e depois com certeza, avançar para outros temas, contos, ou quem sabe, uma continuação de PEDRO.

Como você espera que os leitores interpretem a sua obra?

Gostaria que as pessoas visualizassem na obra PEDRO, a realidade que muitas famílias passam quando se tem uma criança autista em casa.

Como foi a sua experiência em publicar na Editora Becalete?

A Editora Becalete foi muito importante nessa conquista pois acreditou no meu trabalho, na história que eu gostaria de publicar, e com toda a credibilidade no mercado, me ajudou a realizar o meu sonho.

Deixe aqui um convite de leitura ao seu leitor, falando um pouco de você e sua obra se preferir.

As pessoas que gostam de uma boa leitura de um livro, onde encontrará uma realidade vivida por muitas famílias brasileiras, adquiram a obra PEDRO, onde escrevo de um garotinho autista que tinha um irmão diagnosticado com hiperatividade, e com uma mãe que se dividia entre um amor agressivo, e dois filhos com vontade de se soltar em uma família que não os entendia.

Adquira a obra da autora clicando aqui!