Adriana Silva - (Mogi Mirim/SP)

20210320_180348_edited.jpg

Sua obra "O GIRASSOL E O PASSARINHO VERDE" foi publicada por nós, este é o seu primeiro livro? Como se deu a ideia de publicá-lo? 

Sim, meu primeiro livro. Gostaria de mostrar com este livro, a rotina de uma profissional da saúde e da sua família, durante a Pandemia.

Qual o objetivo da sua obra, a sua importância para o universo literário ou para o assunto que aborda?

Mostrar de forma lúdica a inocência de uma criança, seu momento de descobertas durante este período de isolamento social. E sua importância no universo literário seria mostrar as crianças que um momento de aprendizagem pode apresentar – se a toda hora, durante o momento em que estão brincando, assistindo televisão ou até mesmo, durante o momento que estamos plantando um Jardim.

Como está sendo a experiência de ser escritor?

Sempre sonhei em publicar um livro, tinha várias ideias,  mas nunca cheguei a colocar no papel por falta de tempo, mas durante a Pandemia e este período de isolamento social, coloquei no papel a rotina da nossa família e gostei do resultado.  

 

Como sua experiência de vida lhe influenciou na escrita? Quais são suas inspirações?

Sempre gostei de escrever, escrevia poesias, textos e acredito que essa facilidade em escrever e gostar muito de ler me ajudou a ter inspiração para escrever este livro.

 

A família e os amigos lhe apoiaram nesta empreitada? Qual fator determinante do apoio ou não deles?

Tenho maior orgulho de minha família, eles sempre me apoiam em tudo o que faço, mas acredito que escrever um livro surpreendeu alguns membros, devido os mesmos saberem como é difícil escrever no Brasil, ainda mais para o público infantil que é mais difícil e seleto.

Como você enxerga a questão da leitura e do consumo de livros hoje no Brasil?

Vejo a leitura no Brasil e o consumo de livros, de forma muito baixa, ainda mais para o público infantil, acredito que os pais sejam os maiores incentivadores da leitura para os pequenos, podendo favorecer uma mudança desse patamar no Brasil.

Você pretende seguir publicando mais livros? E quais assuntos que gostaria de abordar futuramente?

Sim adoraria escrever mais livros, esta experiência foi maravilhosa. Gostaria de escrever um romance, fatores ambientais, preservação da natureza, seria um desafio, e mais livros infantis para tentar incentivar a leitura para estes pequenos que são o futuro da nação.

Como você espera que os leitores interpretem a sua obra?

Gostaria que os leitores interpretassem esta obra com o coração, enxergando uma criança em período de descobertas, em período de isolamento social, ficando preso dentro de casa e seus pais tentando distraí-la a todo momento, e mostrando para ela, como proteger a natureza é importante, onde tudo deve estar em harmonia para o bem -estar de toda natureza e população.

Como foi a sua experiência em publicar na Editora Becalete?

A Editora Becalete me deu todo apoio, pois não tinha ideia de como publicar um livro, me ajudou a facilitou todo o processo, agradeço de coração.

Deixe aqui um convite de leitura ao seu leitor, falando um pouco de você e sua obra se preferir.

Gostaria que esta obra influenciasse as crianças e adultos a pensar sobre a Pandemia do COVID-19, sobre a importância do isolamento social, de se respeitar a natureza, e que todos estão convidados a viajar na imaginação do Pequeno Arthur no Livro: O Girassol e Passarinho Verde.