Adalton Cristino Borges

(Varginha/MG)

2 foto.jpg

Sua obra "PRIMEIREAR" foi publicada por nós, este é o seu primeiro livro? Como se deu a ideia de publicá-lo? 

Sim, este é o meu primeiro livro. Desde a infância o meu prazer pela leitura e escrita eram imensos e a edição deste livro foi então acalentada por mais de 40 anos é se torna agora a  realização de um sonho. Seu conteúdo contém poemas escritos na época de adolescência e outros em sua maioria recentes, que formam uma coletânea de inspirações das realidades vividas e outras ainda guardadas no coração, mas todas, com certeza, nascidas na alma.

Qual o objetivo da sua obra, a sua importância para o universo literário ou para o assunto que aborda?

O principal objetivo desde livro é deixar para todos os leitores a mensagem de que devemos acreditar nos sonhos, independente de quanto tempo os desejamos e tenhamos para realizá-los e também como um incentivo para todos os iniciantes escritores para que perseverem e cada um, ao seu estilo, possam colaborar para a grandeza da literatura e distantes dos preconceitos partilhar sua capacidade e dons que são únicos.

 

Como é ser escritor hoje em dia?

A emoção real de se tornar um escritor está proporcionando-me experiências que eram por mim inimagináveis, pois ao mesmo tempo que nos preocupamos com a responsabilidade de colocarmo-nos em evidência através da edição de um livro, recebemos em maior proporção o carinho e o incentivo pelo projeto que se realiza e que chegam em forma de a admiração, elogios e alegria dos familiares e amigos.

Como sua experiência de vida lhe influencia na escrita? Quais são suas inspirações?

Minha experiência de vida tem uma marcante influência na forma e no conteúdo que escrevo, pois em cada fase da vida, todos nós vivenciamos situações, conhecemos lugares e pessoas que tornam-se inesquecíveis e fazem modificar e aprimorar nosso jeito de pensar, agir e de enxergar o mundo com um olhar mais observador e consciente. Minhas inspirações assim nascem da família, da minha religiosidade e fé, dos meus amigos, dos encantos da natureza, das minhas raízes, da minha cidade natal, por fim tudo que gosto e amo na vida preenchem o meu principal celeiro de inspirações.

A família e os amigos lhe apoiaram nesta empreitada? Qual fator determinante do apoio ou não deles?

Sim, o apoio da minha família e dos amigos sempre foi e continuará sendo um essencial subsídio e incentivo para este desafio concluído e nas próximas empreitadas literárias. E o fator determinante de considerar o apoio de pessoas tão especiais, são a confiança e a alegria que compartilham de modo sincero em todas as minhas conquistas.

Como você enxerga a questão da leitura e do consumo de livros hoje no Brasil?

Desde a minha infância eu escutava professores e alguns amigos dos meus pais comentarem sobre a questão da leitura e a sua importância para o desenvolvimento das pessoas, independentemente do momento que elas a descobrem e a praticam. Sabemos que a nossa população ainda não atingiu um percentual desejável que demonstrem o hábito diário pela leitura, pois são muitos os fatores que nos levam a esta deficiência, mas acredito, que assim como este meu primeiro livro que está sendo publicado, todos os demais contribuem para que a leitura tenha em nossa sociedade o seu devido incentivo e valorização.

Você pretende seguir publicando mais livros? E quais assuntos que gostaria de abordar futuramente?

Sim, desejo e irei continuar publicando outros livros. O projeto já definido para o título PRIMEIREAR, será de três volumes. Outros temas e assuntos que desejo abordar nas próximas edições, e que já possuo algum material escrito, serão livros de pequenos contos, crônicas, documentários, reflexões motivacionais e religiosas, acrósticos, mas nunca deixando de perseverar nos poemas que é o estilo que mais admiro. Pretendo realmente dedicar mais tempo a literatura e desfrutar de todas as suas emoções e ensinamentos.

Como você espera que os leitores interpretem a sua obra?

Por conter o livro poemas que referem-se ao nosso dia a dia, demonstrando simplicidade e verdade em seus versos, eu espero e acredito que a interpretação dos leitores será muito positiva, proporcionando-lhes assim uma leitura tranquila e repleta de boas reflexões sobre o nosso aprimoramento nesta agraciada, fecunda e incrível dádiva que é viver.

Como foi a sua experiência em publicar na Editora Becalete?

Estou muito satisfeito por ter recebido de um amigo, que também é escritor, a indicação da Editora Becalete. Desde os primeiros contatos foi nítida a atenção e o apoio dispensados a minha pessoa e a obra, ainda mais por se tratar da minha primeira edição. Aprendi bastante e tenho muito a agradecer a todos da Editora Becalete pelo diferencial no atendimento e pelo zelo e incentivo em favor da cultura e dos escritores que especialmente em nosso pais precisam ser mais apoiados e respeitados.

Deixe aqui um convite de leitura ao seu leitor, falando um pouco de você e sua obra se preferir.

Prezado leitor, ofereço-lhe um convite para que você faça a leitura deste livro, que não por acaso possui o título PRIMEIREAR e está relacionado a nossa ação de sempre tomarmos a iniciativa pela vida, pelo amor a natureza, pelas coisas simples e as nossas tradições e paixões. Sou uma pessoa que ama a vida e tem a certeza que os nossos dons não podem ficar escondidos, mas que devemos sim ter sempre a coragem e o prazer de realizar tudo aquilo que nos faz sentir bem e que nos propicia preencher a vida com mais sentido, expondo nosso sentimento e nosso jeito único de ser e escrever sem medo.